Tenho colostomia… Que cuidados ter com a alimentação?

colostomia

Em algumas cirurgias de intestino é necessário o uso da colostomia, que pode ser temporárias ou permanentes. 
Para o controle da eliminação das fezes por esse dispositivo abdominal e melhora da qualidade de vida do ostomizado a alimentação é fundamental. 

As principais orientações são: 

  • Atente-se em beber uma quantidade maior de água, pois como as fezes saem mais amolecidas, não há a adequada absorção de água pelo organismo, o que aumentam as chances de desidratação; 
  • Evite alimentos gordurosos, pois podem amolecer mais ainda as fezes , aumentar o fluxo de saída na bolsa, além de gerar mal odor; 
  • Evite alimentos rígidos, como grãos e sementes, pois podem obstruir o estoma (orifício do intestino na parede abdominal); 
  • Evite utilizar medicamentos para controlar a função intestinal, prefira controlar a alimentação, equilibrando o consumo de alimentos laxativos (folhosos, mamão, ameixa, manga, abacate, etc); 

Essas são algumas orientações, mas as ostomias intestinais podem ter localizações diferentes, sendo necessário um acompanhamento nutricional específico para o adequado autocuidado e bem estar de cada paciente.

Leia também: Dicas para controlar os sintomas do tratamento oncológico – Odinofagia

Fatores nutricionais que podem influenciar no reganho de peso após a cirurgia bariátrica


Sobre a autora: 
Thaís Mendes é Nutricionista Clínica, funcional e ortomolecular (CRN4 12101017). Atua em consultório particular, com foco em cirurgia do aparelho digestivo.
 Contatos:  WhatsApp: (21) 97319-8021
 Instagram: @nutri.thaismendes
Thaís Mendes  Nutricionista–

Facebook
Twitter
LinkedIn
Traduza »